A acne, também conhecida por “espinha”, é uma doença que afeta os folículos pilo-sebáceos e atinge ambos os sexos. Ela ocorre de forma semelhante nos adolescentes e nos adultos, mas existem algumas diferenças entre as situações. A acne juvenil afeta cerca de 80% dos adolescentes e em 10% dos casos exige terapêutica sistêmica, além de outros tratamentos médicos. Na adolescência há grande estímulo hormonal o que provoca grande produção de sebo em toda a face, e nos casos mais severos, atingem também a região pré-esternal, o dorso e os ombros.


A acne no adulto é mais branda e as lesões geralmente se limitam à região em torno da boca, sobre o queixo e a mandíbula. Elas costumam ocorrer seis a sete dias antes da menstruação, durante a gravidez ou em períodos de grandes tensões e stress, por causa da flutuação hormonal.


O aumento da queratina das células e da produção do sebo, provocam a retenção deste, nos ósseos, desencadeando a liberação de microrganismos que podem ter papel importante no processo inflamatório da acne.


No tratamento estético procura-se neutralizar as manifestações da acne, por meio da higienização da pele, peelings e máscaras faciais.

Voltar
Fale conosco pelo whatsapp